De Segunda a Sexta-feira: 07:00 às 21:30 e Sábado: 09:00 às 13:00
 
 
HOME
NOSSO ESTÚDIO
AULAS
MASSAGENS
TERAPIAS NATURAIS
HORÁRIOS
BLOG
AGENDA
FALE CONOSCO
 
Ícone de menu
HOME
NOSSO ESTÚDIO
AULAS
MASSAGENS
TERAPIAS NATURAIS
HORÁRIOS
BLOG
AGENDA
FALE CONOSCO

Como a meditação pode ajudar no stress

Um dos mais importantes escritos sobre a filosofia do Yoga, o Yoga Sutras de Patanjali, traz os 8 passos de purificação de corpo e mente para que o yogue alcance a iluminação. Dhyana – a meditação – é um deles. Na matéria de hoje vamos demonstrar como a meditação pode ajudar no stress do dia a dia.

Em tempos acelerados, com excesso de informação e estresse, compreender Dhyana e buscar a sua prática no dia a dia pode ser de grande ajuda para uma vida mais leve, de maior bem-estar.

Como a meditação pode ajudar no stress: empresária meditando em seu escritório.

Para começar, relembremos os 8 passos de purificação de corpo e mente:

  • Yamas (atitudes éticas)
  • Nyamas (atitudes a promover)
  • Asanas (posturas físicas)
  • Pranayama (controle da respiração)
  • Pratyahara (controle dos sentidos e interiorizar o foco)
  • Dharana (concentração)
  • Dhyana (meditação)
  • Samadhi (comunhão com o Universo)

Meditação

A palavra Dhyana vem do sânscrito dhya, que significa “pensar em...”. É o 7º passo da purificação do Yoga, construído a partir de Asanas, Pranayama, Pratyahara e Dharana. A união desses 5 passos na prática é o que nos leva a atingir a intenção suprema do Yogue: Samadhi – a comunhão com o Universo.

O estado de meditação que Dhyana pode nos proporcionar é um instrumento de autoconhecimento que nos permite acalmar a mente, desacelerar os pensamentos e clarear nossas ideias.

Nossa mente é extremamente ativa, inquieta, incansável. O tempo todo trazendo à tona nossos conhecimentos, memórias e imaginação. Dhyana nos ajuda a controlar isso tudo de forma a prestar mais atenção ao momento presente.

Prática, treinamento, constância

Agora que já sabemos o que Dhyana pode acrescentar às nossas vidas, vamos colocar em prática?

Como todos os outros passos do Yoga, que inclusive já demonstramos em nossas aulas de Yoga em Alphaville, a meditação precisa se tornar parte do seu dia a dia. Não vai adiantar você meditar um dia por semana. É um trabalho diário, um hábito a ser criado. Precisa de dedicação, treinamento, paciência.

É melhor se você começar com um tempinho curto todos os dias, do que sentar-se acreditando que vai meditar por 30 minutos na primeira vez.

Então como começar?

Estamos falando aqui da meditação no Yoga, é um dos passos da prática. Você já vai estar preparado fisicamente pela prática de Asana, a respiração estará controlada por Pranayama, seus sentidos estão em equilíbrio por Pratyahara que começa a lhe colocar em contato com seu interior.

Como a meditação pode ajudar no stress: grupo de alunos em uma aula de yoga.

A concentração que Dharana propicia é o toque final para o preparo da prática de Dhyana. Reserve um tempo silencioso sem interrupções.

De 5 a 10 minutos no começo, um hábito vai se formando, seu corpo vai se acostumando e logo você vai querer praticar mais vezes e por mais tempo!

O que eu tenho que fazer?

Em Dhyana nos concentramos em um objeto particular com a intenção de nos sentirmos completamente absorvidos nele. Realmente qualquer coisa que lhe pareça relevante no momento da prática; uma flor, um quadro, uma parte do corpo, até mesmo uma pessoa que faça com que você se sinta focado.

Nossos pensamentos são incessantes? Não! Apenas estão acostumados a aparecer o tempo todo, de qualquer jeito, em qualquer situação. Mas nós podemos sim controlá-los.

Como Dhyana pode ajudar, na prática?

A vida, especialmente em grandes centros, tem estado cada vez mais aceleradas, com um fluxo de informações infinito e, muitas vezes, muito denso.

Nos é exigida uma capacidade de resolução de problemas que funcione na velocidade da luz, ao mesmo tempo que, se ficamos offline por uma hora que seja, parece que um ano inteiro se passou e já fomos deixados para trás.

Pequenos intervalos de meditação e respiração consciente (aquela que não fazemos "no automático", mas pensando sobre ela e sentindo-a) podem ajudar, e muito, em uma desaceleração durante um pico de estresse.

Parar um pouco, que seja por 2 minutos, pode te ajudar a organizar os pensamentos e colocar tudo em perspectiva, trazendo maior clareza e facilitando na resolução das questões que estiverem preocupando naquele momento.

No começo, você vai dispersar infinitas vezes. Nada de “eu não consigo meditar, eu não sirvo pra isso”, “eu não consigo me concentrar na respiração”, “eu me perco em meus pensamentos”. Isso é um treinamento, requer muita prática, paciência e não-julgamento. Vá no seu tempo, mesmo que sejam 30 segundos de cada vez.

Quando você menos esperar, você se tornará um praticante de Dhyana.

Quer saber mais?

Em nosso blog temos mais artigos que ensinam sobre os benefícios da meditação, os benefícios e fundamentos do Yoga.

Agende uma aula na Essência Yoga e venha conhecer na prática Dhyana e todos os outros passos para uma vida mais saudável e plena.


Gostou da matéria?

Compartilhe com seus contatos!


Facebook do Essência Yoga Instagram do Essência Yoga LinkedIn do Essência Yoga Twitter do Essência Yoga


Essência Yoga | Yoga e Massoterapia © 2016 | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Linking Sites

Whatsapp